terça-feira, 24 de março de 2009

A OUTRA


Sou a outra em tua vida.
Aquela a quem não pertencem os Domingos.
Que não pode andar de mãos dadas.
Que é proibida de beijar em público.


Sou a que está sempre á tua espera.
A que tem sempre um sorriso nos lábios.
Mesmo quando me dizes que não vens.
A que fica com as sobras das escapadelas do expediente.
A "hora extra" do fim do dia.


A que nunca tem coragem de te dizer não
Sou a outra em tua vida
Que te dá o melhor de mim
Em troca do pouco que me dás
Já que na tua vida eu sou a OUTRA

3 comentários:

lilipat2008 disse...

És mesmo a outra? Ou isto foi só um devaneio?

Na vida temos de aprender a dizer não, mesmo que isso, por vezes nos faça sofrer...

:)

bjs

A Menina do Regador de Sonhos disse...

Muito lindo....

Bem-vinda ao mundo bloguista!

Beijinhos

Fenix disse...

Amiga,

Não se acaba sempre por ser a outra?
Em face do trabalho, em face dos amigos, em face do corre-corre do dia a dia?

E não fazêmos nós o mesmo?
Os filhos estão primeiro, depois o trabalho, o ganha-pão, depois as responsabilidades domésticas, os amigos que não queremos perder...
Lá bem no fim acaba por ficar "o outro", que embora esteja sempre lá (e talvez por isso) acaba por ficar com as sobras..., que a maior parte das vezes é nada...

A vida é mesmo assim.
Ainda bem que consegues ser "a outra"!
É melhor que ser "ninguém"!

Beijinhos
São